sexta-feira, 20 de abril de 2012

Uma foto que diz tudo do personagem

Ricardo Sebastião Gomes dos Santos. Um grande nome, para uma grande figura. Eu, que também tenho um nome grande, e sempre fui um crítico de quem desenhava formulários, pois geralmente utilizavam 30 espaços para o nome e uma linha inteira para o nome da cidade, tinha uma inveja danada de uma figura que conheci e chamava Ib Sá, assim, nome e sobrenome em 5 espaços. Se a assinatura era ainda menor, imaginem a rubrica, podia ser apenas um ponto. Fosse ele, utilizaria o ponto. E não tenho a menor dúvida que o Ricardo Sebastião também optaria por isto. Bom, esta certo que não vale, pois tem a foto ao lado para entregar, mas quem sabia o nome do Batata? Poucos, eu apostaria. Eu, quase por ofício, pois sou o escrevinhador do blog e mantenedor do cadastro. Mas uma coisa todos sabemos: ele tem o mesmo espírito juvenil dos anos 70. Esqueça o Ricardo Sebastião, aquele sujeito de terno que zela pelas determinações da ANVISA no nosso aeroporto. Esse não vale. Mas o Batata pós-expediente é invejável. Excelente disposição, bem humorado, parceiro para todas, guarda todas as características que o fizeram um cara extremamente popular no tempo do colégio. Só que hoje, com um trunfo a mais, pena que não sei como contar aqui, mas todos que foram ao encontro de 35 anos testemunharam.

3 comentários:

theodoro disse...

Seria esse cidadão o motorista de uma famosa kombi da cidade?

Murillo Serra Costa disse...

Conta essa história...

theodoro disse...

Seria uma sex house?